Vaca Magra - por Antonio Montes

Vaca Magra - por Antonio Montes

VACA MAGRA

 

Vaca magra
malhada na estrada
bebendo água
na poça d’água.

A chuva não veio
o horizonte secou
na beira do mato
não existe mais flor.

Oh vaca, não deixe
de comer o capim
me sustente com leite
estique o meu fim.

A porteira caiu
a poeira baixou
o menino cresceu
e perdeu o amor.

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor