Naquele dia em que eu te vi - por Fernanda Comenda

Naquele dia em que eu te vi - por Fernanda Comenda
Naquele dia em que eu te vi, 
Aquele sonho recordei...
E senti que os teus olhos
O teu ser vinha de outras eras... 
Vinha de outros tempos... 
Não sei se é loucura, 
Não sei...não sei... 
Apenas sei que o tempo é indefinido!
Apenas sei que as memórias indeléveis, místicas, mescladas do provável e improvável transformam e adornam o nosso caminho!
Caminho ondulado,  caminho trabalhado,  caminho imaginado de sal,  areia e mar... 
Caminho percorrido num estontear de acontecimentos... 
Montes e vales galopados num salto do amanhecer... 
Vida vivida e por viver num emaranhado de casos que o destino tece !
Que o destino, que o Universo nos oferece !...
Sim eu sei... há que saltar,  há  que amar, há que acreditar e a vida enfrentar !
 
18-01-2018
Maria Fernanda Dias Comenda
 
 
 
 
Naquele dia em que eu te vi, 
Aquele sonho recordei...
E senti que os teus olhos
O teu ser vinha de outras eras... 
Vinha de outros tempos... 
Não sei se é loucura, 
Não sei...não sei... 
Apenas sei que o tempo é indefinido!
Apenas sei que as memórias indeléveis, místicas, mescladas do provável e improvável transformam e adornam o nosso caminho!
Caminho ondulado,  caminho trabalhado,  caminho imaginado de sal,  areia e mar... 
Caminho percorrido num estontear de acontecimentos... 
Montes e vales galopados num salto do amanhecer... 
Vida vivida e por viver num emaranhado de casos que o destino tece !
Que o destino, que o Universo nos oferece !...
Sim eu sei... há que saltar,  há  que amar, há que acreditar e a vida enfrentar !
18-01-2018
Maria Fernanda Dias Comenda

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

        

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor