A Educação infantil e o aprendizado da linguagem oral e escrita - por Tânia Dantas Gama

A Educação infantil  e o aprendizado da linguagem oral e escrita - por Tânia Dantas Gama

A EDUCAÇÃO INFANTIL E O APRENDIZADO DA LINGUAGEM ORAL E ESCRITA

 

As palavras só têm sentido em enunciados e textos que significam e são significados por situações. Quanto mais as crianças puderem falar em situações diferentes, como contar o que lhes aconteceu em casa, contar histórias, dar um recado, explicar um jogo ou pedir uma informação, mais aumentará a possibilidade de desenvolver capacidades comunicativas de maneira significativa.

O processo do letramento está associado tanto à construção do discurso oral como do discurso escrito. Desde pequenas, as crianças estão em contato com a linguagem escrita por meio de seus diferentes portadores de texto, a exemplo dos: livros, outdoor, embalagens, cartazes, placas de ônibus, dentre outros, iniciando-se no conhecimento desses materiais gráficos antes mesmo de ingressarem na instituição educativa, não esperando a permissão dos adultos para começarem a pensar sobre a escrita e seus usos.

A partir desse intenso contato, as crianças começam a elaborar hipóteses sobre a escrita. Dependendo da importância que tem a escrita no meio em que as crianças vivem e da frequência e qualidade das suas interações com esse objeto de conhecimento, suas hipóteses a respeito de como se escreve ou se lê podem evoluir mais lentamente ou mais rapidamente.

Isso permite compreender por que criança que vem de família na qual o ato de ler e escrever tem presença marcante apresenta mais desenvoltura para lidar com as questões da linguagem escrita do que aquelas provenientes de famílias em que essa prática não é intensa. Esse fato aponta para a importância do contato com a escrita nas instituições de educação infantil.

Para aprender a ler e a escrever, a criança precisa construir um conhecimento de natureza conceitual: precisa compreender não só o que a escrita representa, mas também de que forma ela representa graficamente a linguagem.

A alfabetização não é o desenvolvimento de capacidades relacionadas à percepção, memorização e treino de um conjunto de habilidades sensório-motoras. A alfabetização é um processo no qual as crianças precisam resolver problemas de natureza lógica até chegarem a compreender de que forma a escrita alfabética em Língua Portuguesa representa a linguagem, e assim poderem escrever e ler por si mesmas.

Aprender a ler e a escrever é parte de um longo processo ligado à participação em práticas sociais de leitura e escrita que se inicia na educação infantil.

 

  

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor