Um doce chamado MÃE - por Rogério Araújo - Rofa

Um doce chamado MÃE - por Rogério Araújo - Rofa

Um doce chamado “mãe”

            Rogério Araújo (Rofa)

 

            “Mamãe passou açúcar em mim...”, dia a letra de uma música. E essa ideia não é de tudo errado. E, antes disso acontecer, Deus que criou alguém muito especial para ser um doce em nossas vidas.

Temos em nossa vida algo de muito doce que nos dá uma certeza de que a vida vale a pena. O nome desta é pequeno, mas de supremo valor: MÃE.

            Mãe é um doce que açucara a vida tão salgada e sem nada que a adoce. Este “doce” dá um prazer enorme de viver e seguir em frente.

Pode ser como um pudim, mole e com calda, nem um pouco dura que derrete na boca de seu filho de modo inesquecível.

Também como um chocolate de muitos tipos diferentes, alguns crocantes, ao leite ou meio amargo que deixam a vida muito mais saborosa. Afinal de contas nem tudo é um “céu de brigadeiro”, sem problemas ou dificuldade.

Ou como um pavê com biscoito, muitas vezes enjoado, mas nem por isso ruim e que lembra a importância do ser mãe na vida do filho.

Mãe pode ser um doce muito doce, um doce sem doce ou até mesmo no ponto certo, mas que delícia o dia a dia com sua presença para adoçar com conselhos, acreditando em sonhos, os momentos indigestos, intragáveis, onde é preciso até engolir sapos.

            O doce chamado mãe somente é amargo quando se vai desta vida, mas mesmo assim com o tempo permanece açucarando o filho para o seu viver porque é um doce de sabor eterno como um presente de Deus a cada um de nós.

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor