Academia Palmarense de Letras - APLE

Academia Palmarense de Letras - APLE

BREVE RELATO HISTÓRICO DA ACADEMIA PALMARENSE DE LETRAS – APLE

 
A Academia Palmarense de Letras – APLE, tem o seu marco inicial a partir da intrepidez da Professora Socorro Duran, que, no intuito de resgatar o nostálgico “Clube Literário dos Palmares” ─ entidade cultural que congregava os notáveis poetas e escritores da cidade dos Palmares, decantada como Terra dos Poetas.
 
Na noite do dia 11/12/2013, reuniram-se na Estação Cultural (antigo prédio da estação do trem da Rede Ferroviária Federal), no gabinete do Presidente da Fundação Casa da Cultura Hermilo Borba Filho, o advogado Luiz Antonio Marques de Melo (o popular “Dr. Lulika”), quase todos os artistas, escritores e intelectuais palmarenses e regionais, entre eles: Socorro Duran, Marcondes Calazans, Ademmauro Gommes, Vilmar Carvalho, Reginaldo Oliveira, Arantes Gomes, Genésio Cavalcanti, Marcos Meyer, Ricardo Guerra, João Lover, Vital Correa, José Maria Sales (Pica-pau), Prof. José Rodrigues, Zé Rippy, Zé Linaldo, Prof. Douglas Marques, Luciano França etc. O objetivo central era discutir o projeto de “ressurreição do Clube Literário dos Palmares” sob nova óptica cultural, de modo a incentivar as mais expressivas manifestações poética e literária.
 
Havendo sido constituída uma Comissão de Sete Membros para pesquisa, estudos, debates e formalização dos ‘Atos Constitutivos’ (Ata de Fundação e Estatutos Sociais), ao perpassar de cinco meses, e por sugestão do poeta Luciano França, foi fundada a ACADEMIA PALMARENSE DE LETRAS - APLE em 09 de maio de 2014, data em que se comemorava o 119º Aniversário do Poeta Palmarense Ascenso Ferreira, o qual foi aclamado unanimemente “O Patrono da Academia”. 
 
A sua primeira Diretoria Executiva (para o exercício de mandato por 2 anos) foi composta pelos seguintes Acadêmicos: Presidente, RICARDO ANTONIO GUERRA DA SILVA (acumulando o cargo de Bibliotecário); Vice-Presidente: MARIA DO SOCORRO BARROS Y DURAN; Secretário e Tesoureiro: JUAREZ CARLOS DA SILVA; Diretor de Publicidade: ARANTES GOMES DO NASCIMENTO e Orador Oficial: REGINALDO JOSÉ DE OLIVEIRA.
 
A ACADEMIA PALMARENSE DE LETRAS – APLE, está legalmente registrada no Cartório – Serviço Extrajudicial de Registro Civil de Pessoas Jurídicas da Comarca dos Palmares/PE sob nº 756 em 14/08/2014 e tem junto à Receita Federal do Brasil sua inscrição no CNPJ sob nº 20.879.806/0001-09, sua sede está estabelecida na Rua Fenelon Barreto, Centro, Palmares-PE, anexo à Biblioteca Pública Municipal. 
De acordo com as suas disposições estatutárias, o seu ‘Corpo Acadêmico’ se constitui de quarenta (40) cadeiras, assim distribuídas: a) Vinte e Cinco (25) para os Acadêmicos “nascidos ou residentes” no Município dos Palmares; b) Quinze (15) para os Acadêmicos “das cidades da Região da Mata Sul” (Art. 2º § 1º). A APLE se destaca por sua adesão extensiva aos escritores e poetas nascidos ou residentes de outras localidades.  
 
O seu Primeiro “Corpo Acadêmico” tomou posse no dia 09 de maio de 2015 no recinto do centenário Cine-Teatro Apolo órgão vinculado à Fundação Casa da Cultura Hermilo Borba Filho. 
 
A ACADEMIA PALMARENSE DE LETRAS – APLE, tem o seu “Brasão e Bandeira Oficiais” criados pelo Odontólogo e escritor Juarez Carlos da Silva e a letra do seu “Hino Oficial” composta pelo poeta Luciano França, com a musicalidade em seu refrão do Filósofo e escritor Reginaldo Oliveira. O seu “Fardão” foi criado pelo Psicanalista e poeta Adrianno Salles. 
 
Atualmente, a Diretoria Executiva da APLE é composta pelos seguintes Acadêmicos: Presidente, JUAREZ CARLOS DA SILVA; Vice-Presidente: ARANTES GOMES DO NASCIMENTO; Secretário: ADRIANNO SALLES; Tesoureiro: JOSÉ FERREIRA DE SALES FILHO; Bibliotecário: CÍCERO NONATO RODRIGUES DA SILVA; Diretora de Marketing e Publicidade: SYLVIA DE AZEVEDO BELTRÃO e Orador Oficial: REGINALDO JOSÉ DE OLIVEIRA.
 
(Fonte: Academia Palmarense de Letras APLE – A perseguição a um sonho, Luciano França, Ed. Bagaço, 2016)
 
Na noite do dia 11/12/2013, reuniram-se na Estação Cultural (antigo prédio da estação do trem da Rede Ferroviária Federal), no gabinete do Presidente da Fundação Casa da Cultura Hermilo Borba Filho, o advogado Luiz Antonio Marques de Melo (o popular “Dr. Lulika”), quase todos os artistas, escritores e intelectuais palmarenses e regionais, entre eles: Socorro Duran, Marcondes Calazans, Ademmauro Gommes, Vilmar Carvalho, Reginaldo Oliveira, Arantes Gomes, Genésio Cavalcanti, Marcos Meyer, Ricardo Guerra, João Lover, Vital Correa, José Maria Sales (Pica-pau), Prof. José Rodrigues, Zé Rippy, Zé Linaldo, Prof. Douglas Marques, Luciano França etc. O objetivo central era discutir o projeto de “ressurreição do Clube Literário dos Palmares” sob nova óptica cultural, de modo a incentivar as mais expressivas manifestações poética e literária.
Havendo sido constituída uma Comissão de Sete Membros para pesquisa, estudos, debates e formalização dos ‘Atos Constitutivos’ (Ata de Fundação e Estatutos Sociais), ao perpassar de cinco meses, e por sugestão do poeta Luciano França, foi fundada a ACADEMIA PALMARENSE DE LETRAS - APLE em 09 de maio de 2014, data em que se comemorava o 119º Aniversário do Poeta Palmarense Ascenso Ferreira, o qual foi aclamado unanimemente “O Patrono da Academia”. 
A sua primeira Diretoria Executiva (para o exercício de mandato por 2 anos) foi composta pelos seguintes Acadêmicos: Presidente, RICARDO ANTONIO GUERRA DA SILVA (acumulando o cargo de Bibliotecário); Vice-Presidente: MARIA DO SOCORRO BARROS Y DURAN; Secretário e Tesoureiro: JUAREZ CARLOS DA SILVA; Diretor de Publicidade: ARANTES GOMES DO NASCIMENTO e Orador Oficial: REGINALDO JOSÉ DE OLIVEIRA.
A ACADEMIA PALMARENSE DE LETRAS – APLE, está legalmente registrada no Cartório – Serviço Extrajudicial de Registro Civil de Pessoas Jurídicas da Comarca dos Palmares/PE sob nº 756 em 14/08/2014 e tem junto à Receita Federal do Brasil sua inscrição no CNPJ sob nº 20.879.806/0001-09, sua sede está estabelecida na Rua Fenelon Barreto, Centro, Palmares-PE, anexo à Biblioteca Pública Municipal. 
De acordo com as suas disposições estatutárias, o seu ‘Corpo Acadêmico’ se constitui de quarenta (40) cadeiras, assim distribuídas: a) Vinte e Cinco (25) para os Acadêmicos “nascidos ou residentes” no Município dos Palmares; b) Quinze (15) para os Acadêmicos “das cidades da Região da Mata Sul” (Art. 2º § 1º). A APLE se destaca por sua adesão extensiva aos escritores e poetas nascidos ou residentes de outras localidades.  
O seu Primeiro “Corpo Acadêmico” tomou posse no dia 09 de maio de 2015 no recinto do centenário Cine-Teatro Apolo órgão vinculado à Fundação Casa da Cultura Hermilo Borba Filho. 
A ACADEMIA PALMARENSE DE LETRAS – APLE, tem o seu “Brasão e Bandeira Oficiais” criados pelo Odontólogo e escritor Juarez Carlos da Silva e a letra do seu “Hino Oficial” composta pelo poeta Luciano França, com a musicalidade em seu refrão do Filósofo e escritor Reginaldo Oliveira. O seu “Fardão” foi criado pelo Psicanalista e poeta Adrianno Salles. 
Atualmente, a Diretoria Executiva da APLE é composta pelos seguintes Acadêmicos: Presidente, JUAREZ CARLOS DA SILVA; Vice-Presidente: ARANTES GOMES DO NASCIMENTO; Secretário: ADRIANNO SALLES; Tesoureiro: JOSÉ FERREIRA DE SALES FILHO; Bibliotecário: CÍCERO NONATO RODRIGUES DA SILVA; Diretora de Marketing e Publicidade: SYLVIA DE AZEVEDO BELTRÃO e Orador Oficial: REGINALDO JOSÉ DE OLIVEIRA.
(Fonte: Academia Palmarense de Letras APLE – A perseguição a um sonho, Luciano França, Ed. Bagaço, 2016)

 

 

ACADEMIA PALMARENSE DE LETRAS – A P L E

CNPJ nº 20.879.806/0001-09 & REGISTRO CIVIL Nº. 756 & FUNDADA em, 09/05/2014

Sede: Rua Fenelon Barreto, Centro, Palmares-PE, anexo à Biblioteca Pública Municipal.

Contato:  (81) 9 9784-0625 – Presidente: Juarez Carlos da Silva

Email: juarezcarlos_7@hotmail.com

 

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

         

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor