Ação Desperdiçada - por Adriana Freitas

Ação Desperdiçada - por Adriana Freitas

AÇÃO DESPERDIÇADA

            Quando penso nos problemas pueris que criamos, mesmo nos achando adultos e maduros, chego à conclusão que é pura perda de tempo. Horas, dias, meses, anos desperdiçados. Conversas que se perdem. Sentimentos desaproveitados. É aquele energia gasta em vão.

            Um dia, a conta chega e pode nos custar caro. E podem fazer falta as amizades que perdemos, os laços que desfazemos, os parentes que nos afastamos. A solidão chega, cobrando as atitudes de quem um dia se achou com a razão.

            Há pessoas que fazem da disputa um objetivo de vida. Ficam tão cegas em prejudicar e atingir os seus desafetos que não percebem o abismo que constroem e fatalmente, serão empurrados.

            Às vezes, algumas pessoas desperdiçam tanta energia em odiar o outro que adoecem o seu espírito, desgastando o seu corpo. Sempre pensei que viemos para esse mundo para fazer amigos, reconhecê-los, e não o contrário.

            Mas o que se pode fazer quando nos deparamos com pessoas que pensam completamente diferente de nós? Penso que o confronto é desnecessário. Prefiro o calar. É mais saudável. Não me importo se o outro se acha melhor do que eu. Eu sei quem eu sou. Sei do meu valor. Gosto de mim desse jeito. Não preciso provar nada a ninguém. Já passei dessa fase. Não me importo mais com o que pensam. Levo a vida do meu jeito. Sigo os meus princípios. Não me envergonho e nem preciso esconder minhas ações.

            Há pessoas que gastam tanto tempo em odiar o outro que não percebem o tempo passar. Esquecem de ser felizes. E a felicidade, pra mim, é um bem precioso. É uma dádiva divina. Desperdiçá-la com sentimentos negativos é uma ingratidão com o divino. Com os presentes que a vida nos dá.

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

         

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor