Debulhando palavras - por Anchieta Antunes

Debulhando palavras - por Anchieta Antunes

DEBULHANDO  PALAVRAS

 

Palavras debulhadas,

pétalas esvoaçando 

no jardim do devaneador.

Cada lágrima

um perfume,

cada letra,

uma mensagem. 

 

Debulhar palavras,

um  seleto prazer

para o fazedor de sonhos.

Mergulhado no papel

branco da imaginação

deambula quimeras,

queima etapas,

avança ligeiro

na vanguarda

dos versos extrovertidos

das palavras quixotescas

de uma aventura

ímpar e exótica,

e única. 

 

Debulhar sonhos

com olhos esbugalhados

aquece corações

sôfregos de emoções,

no porvir da maturidade,

das noites insones

de intermináveis

luas brilhantes 

de desesperanças,

de favores deplorados

pela fome de sobreviver. 

 

Debulhar palavras

cada letra

uma fronteira,

cada vírgula

uma ilusão

que vibra insólita

na garganta seca

do poeta solitário. 

 

Anchieta Antunes

Julho/2018.

 

DEBULHANDO   PALAVRAS
 
Palavras debulhadas,
pétalas esvoaçando 
no jardim do devaneador.
Cada lágrima
um perfume,
cada letra,
uma mensagem. 
 
Debulhar palavras,
um  seleto prazer
para o fazedor de sonhos.
Mergulhado no papel
branco da imaginação
deambula quimeras,
queima etapas,
avança ligeiro
na vanguarda
dos versos extrovertidos
das palavras quixotescas
de uma aventura
ímpar e exótica,
e única. 
 
Debulhar sonhos
com olhos esbugalhados
aquece corações
sôfregos de emoções,
no porvir da maturidade,
das noites insones
de intermináveis
luas brilhantes 
de desesperanças,
de favores deplorados
pela fome de sobreviver. 
 
Debulhar palavras
cada letra
uma fronteira,
cada vírgula
uma ilusão
que vibra insólita
na garganta seca
do poeta solitário. 
 
Anchieta Antunes
Julho/2018.

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

         

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor