Depois das Colinas - por Marta Maria Niemeyer

Depois das Colinas - por Marta Maria Niemeyer

  DEPOIS DAS COLINAS

 

 O mundo termina depois da colina.

Depois da colina o mundo termina?

O navio partiu na imensidão azul, ali o mundo termina?

A estrela cadente desfila inocente,

a passarela finda onde o mundo termina.

O pescador remou, sua rede lançou, no fim do mundo pescou.

Cadê o fim do mundo?

Na linha do horizonte caminhei pela ponte.

Nas estradas vazias  pedalei noite e dia.

De barco e navio, de avião e trem,caminhando e cavalgando

o fim do mundo eu busquei.

Nada encontrei, ao mesmo lugar eu cheguei.

Cadê o fim do mundo?

Procurando fim do mundo continuarei...

A borboleta azul partiu e sumiu...

Fim do mundo é minha limitação no olhar além do infinito. 

 

 

 

  DEPOIS DAS COLINAS.
 O mundo termina depois da colina.
Depois da colina o mundo termina?
O navio partiu na imensidão azul, ali o mundo termina?
A estrela cadente desfila inocente,
a passarela finda onde o mundo termina.
O pescador remou, sua rede lançou, no fim do mundo pescou.
Cadê o fim do mundo?
Na linha do horizonte caminhei pela ponte.
Nas estradas vazias  pedalei noite e dia.
De barco e navio, de avião e trem,caminhando e cavalgando
o fim do mundo eu busquei.
Nada encontrei, ao mesmo lugar eu cheguei.
Cadê o fim do mundo?
Procurando fim do mundo continuarei...
A borboleta azul partiu e sumiu...
Fim do mundo é minha limitação no olhar além do infinito. 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

         

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor