O que me acalma - por Antonio Eustáquio Marciano

O que me acalma - por Antonio Eustáquio Marciano

O que me acalma

 

Vou te falar do que me acalma,

Mais do que a brisa fresca no calor,

Mais do que a manhã e o seu frescor,

Quando a ansiedade perturba minha alma!

 

Quando a tristeza vem me sufocar

E a existência parece entardecer,

A angustia quer dominar meu ser

E meu fenecer temo aproximar!

 

Vou te falar do que me acalma,

Quando a depressão me atinge a alma

E quer me atormentar em agonia:

 

Aos céus elevo o olhar e o coração,

Com fervor faço minha oração

À minha Santa Mãe, a Virgem Maria!

 

 

 
O que me acalma
 
Vou te falar do que me acalma,
Mais do que a brisa fresca no calor,
Mais do que a manhã e o seu frescor,
Quando a ansiedade perturba minha alma!
 
Quando a tristeza vem me sufocar
E a existência parece entardecer,
A angustia quer dominar meu ser
E meu fenecer temo aproximar!
 
Vou te falar do que me acalma,
Quando a depressão me atinge a alma
E quer me atormentar em agonia:
 
Aos céus elevo o olhar e o coração,
Com fervor faço minha oração
À minha Santa Mãe, a Virgem Maria!

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

         

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor