Pai... mais que progenitor, um escultor de vidas - por Wilson Rodrigues Sylvah

Pai... mais que progenitor, um escultor de vidas - por Wilson Rodrigues Sylvah

"PAI…MAIS QUE PROGENITOR, UM ESCULTOR DE VIDAS”

 
Pediram-me para escrever algo para o dia dos pais...
Bem, não seria a pessoa mais indicada! Esperei por ele desde os dois anos de idade até uma vida toda!
 
Entretanto, à mercê de não ter a oportunidade de ter vivido e convivido com aquele que foi responsável por me colocar nesse maravilhoso mundo, não desejo aqui fazer qualquer julgamento ou apologia!
 
Hoje comemoramos seu dia, e aonde quer que ele esteja, que Deus esteja lhe protegendo e lhe abençoando, afinal, se sou o que sou, tem sim seu DNA.
 
Apenas desejo expressar um sentimento que tenho como pai de quatro maravilhosos filhos, que Deus me presenteou com a nobre missão de no mínimo, ajudá-los a atravessarem com orgulho, a pequena fagulha de sopro de vida que o criador lhes proporcionou.
 
Escultor, foi uma das características que encontrei dentre tantas, para definir aqui nossa missão de Pais. 
 
É uma belíssima arte!
 
Deve ser praticada diariamente na convivência com esses seres maravilhosos – os nossos filhos. 
 
Cada um com suas peculiaridades, seus dilemas e sonhos. Às vezes, sonham até mais que seus próprios pais.
E, divinamente tem que ser assim. 
Crescem rapidamente e criam asas. 
 
Ser pai, não é "padecer no paraíso" diferentemente do título injusto que rotularam às fadas mães!
 
Os filhos, são marcas registradas especiais que Deus incrivelmente nos presenteou com exclusividade. 
 
Há quem diga que são uma caixinha de surpresas. E não discordo! 
 
Para um, apenas um olhar fulminante, pode doer mais do que uma boa palmada.
 
Para outro, nenhum efeito faz. 
 
Uns desejam apenas colo, enquanto outros se sentem feliz com um abraço afetuoso. 
 
E assim, vamos conhecendo a cada dia, suas personalidades e na medida do possível, transformando as numa bela obra de arte. 
 
Filhos, por que tê-los? 
Não os temos, apenas os recebemos para uma jornada que nem mesmo sabemos para onde conduzi-los. 
 
Nesta jornada, um verdadeiro pai não vai à frente, muito menos caminha atrás. 
 
Vai caminhando lado a lado quando pode. 
 
E quando não pode, fica ali postado, tal qual soldado na trincheira, observando, zelando e orando, mesmo que em silencio... 
 
"Feliz o homem que enche deles a sua aljava" - São como flechas certeiras!
 
Um pai, jamais deve resolver os problemas de seus filhos, apenas deve auxilia-los, 
pois assim deve ser. 
 
Uma bela obra de arte, jamais deve ser esculpida para você apreciar e guardar. 
 
Ela pertence ao mundo!
 
Não basta ser pai, tem que participar, principalmente da vida moral e espiritual de seus filhos.
 
Não temos que construir para eles, temos que ensina-los a construírem suas próprias vidas. 
 
Filhos, jamais esperem seus pais morrerem para lhes fazerem homenagens.
 
Uma belíssima escultura de seu pai colocada em sua esquife, terá apenas a função de escora para os pombos sujarem. 
 
Se desejares verdadeiramente homenagear seus pais, faça as em vida.
 
Feliz dia dos Pais!
 
"Um dia esculpido, num outro dia, escultor"
 
 
Autor: Wilson Rodrigues da Silva
 
 
 
 
 
 
PAI…MAIS QUE PROGENITOR, UM ESCULTOR DE VIDAS”.
 
Pediram-me para escrever algo para o dia dos pais...
Bem, não seria a pessoa mais indicada! Esperei por ele desde os dois anos de idade até uma vida toda!
 
Entretanto, à mercê de não ter a oportunidade de ter vivido e convivido com aquele que foi responsável por me colocar nesse maravilhoso mundo, não desejo aqui fazer qualquer julgamento ou apologia!
 
Hoje comemoramos seu dia, e aonde quer que ele esteja, que Deus esteja lhe protegendo e lhe abençoando, afinal, se sou o que sou, tem sim seu DNA.
 
Apenas desejo expressar um sentimento que tenho como pai de quatro maravilhosos filhos, que Deus me presenteou com a nobre missão de no mínimo, ajudá-los a atravessarem com orgulho, a pequena fagulha de sopro de vida que o criador lhes proporcionou.
 
Escultor, foi uma das características que encontrei dentre tantas, para definir aqui nossa missão de Pais. 
 
É uma belíssima arte!
 
Deve ser praticada diariamente na convivência com esses seres maravilhosos – os nossos filhos. 
 
Cada um com suas peculiaridades, seus dilemas e sonhos. Às vezes, sonham até mais que seus próprios pais.
E, divinamente tem que ser assim. 
Crescem rapidamente e criam asas. 
 
Ser pai, não é "padecer no paraíso" diferentemente do título injusto que rotularam às fadas mães!
 
Os filhos, são marcas registradas especiais que Deus incrivelmente nos presenteou com exclusividade. 
 
Há quem diga que são uma caixinha de surpresas. E não discordo! 
 
Para um, apenas um olhar fulminante, pode doer mais do que uma boa palmada.
 
Para outro, nenhum efeito faz. 
 
Uns desejam apenas colo, enquanto outros se sentem feliz com um abraço afetuoso. 
 
E assim, vamos conhecendo a cada dia, suas personalidades e na medida do possível, transformando as numa bela obra de arte. 
 
Filhos, por que tê-los? 
Não os temos, apenas os recebemos para uma jornada que nem mesmo sabemos para onde conduzi-los. 
 
Nesta jornada, um verdadeiro pai não vai à frente, muito menos caminha atrás. 
 
Vai caminhando lado a lado quando pode. 
 
E quando não pode, fica ali postado, tal qual soldado na trincheira, observando, zelando e orando, mesmo que em silencio... 
 
"Feliz o homem que enche deles a sua aljava" - São como flechas certeiras!
 
Um pai, jamais deve resolver os problemas de seus filhos, apenas deve auxilia-los, 
pois assim deve ser. 
 
Uma bela obra de arte, jamais deve ser esculpida para você apreciar e guardar. 
 
Ela pertence ao mundo!
 
Não basta ser pai, tem que participar, principalmente da vida moral e espiritual de seus filhos.
 
Não temos que construir para eles, temos que ensina-los a construírem suas próprias vidas. 
 
Filhos, jamais esperem seus pais morrerem para lhes fazerem homenagens.
 
Uma belíssima escultura de seu pai colocada em sua esquife, terá apenas a função de escora para os pombos sujarem. 
 
Se desejares verdadeiramente homenagear seus pais, faça as em vida.
 
Feliz dia dos Pais!
 
"Um dia esculpido, num outro dia, escultor"
 
 
Autor: Wilson Rodrigues da Silva
 
www.wilsonsylvah.com.br

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

         

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor