Amanhã - por Maria Estela Ximenes

Amanhã - por Maria Estela Ximenes

AMANHÃ

 

Se a tristeza surgir, combine tolerância de 24 horas,

Não aceite que  ela persista mais do que isto,

Estabeleça que os seus sonhos  são  maiores

E a esperança é eterna,

Diga que se for preciso,

Portas serão trancadas

Para deixar explícita a negação.

Ela, a tristeza,  não é bem-vinda como o amanhã,

Pois  o amanhã é sinal de expectativa.

Entre a tristeza e a tolerância,

Sublime é  a esperança.

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

         

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor