O começo é tudo - por Maurício Duarte

O começo é tudo - por Maurício Duarte

O começo é tudo

 

Precisamos mais de oração e meditação do que de alimento e de descanso no sono.  Quando compreendermos esta verdade de modo pleno, não só teremos consciência ampla de que necessitamos orar e meditar, mas efetivamente, iremos querer orar e meditar.

Qual a vontade de Deus para conosco?  É a vontade divina que evoluamos em nossas trajetórias espirituais e terrenas, que possamos crescer em humanidade e em cidadania universal, como cidadãos da Terra e como futuros cidadãos da pátria celeste junto ao Pai eterno.  Para que isto se torne realidade, e não apenas permaneça como um anseio vago e débil, faz-se necessário perseverança...  Mas antes da perseverança ou através da experiência dela, também é mister reconhecer que precisamos da intervenção divina e, ainda mais, que nos entreguemos à presença do Senhor e à intervenção de Deus em nossas vidas.  Somente a prática diária da oração e da meditação pode nos preparar neste caminho e, nesse sentido, “Deus capacita os escolhidos e não escolhe os preparados.” É pela experiência da caminhada que se aprende a caminhar, dito de outra forma.  Mas como é difícil começar... E mais difícil ainda, parece ser, perseverar...  Por que é assim?  Porque a consciência dessa necessidade e vontade divinas, que em última análise seria a nossa própria vontade, una com a vontade do Pai eterno, não está expressa e impressa em nossos corações e almas.  Subjaz apenas, na grande maioria das pessoas, como um conceito intelectual, na mente.  Enquanto ocorrer esta premissa meramente cerebral ou mental, não poderemos estabelecer tal vontade divina de modo grandemente amplo em discernimento em nosso cotidiano.  Porque já disseram também, “onde estiver seu coração, estará seu tesouro...” Também há um aspecto complicador: só meditando e orando obtém-se essa consciência amorosa no dia-a-dia e, por isto, o começo é tudo; uma vez tenha a consciência adequada, o adepto terá a perseverança como consequência imediata ou breve acontecimento posterior em sua vida.  Já se essa adequação de consciência não for alcançada, não haverá continuidade pela falta de perseverança.  Por essa razão, o começo é tudo.

Meditar e orar traz o encontro com a verdade.  A verdade é Jesus Cristo e nos mostra sempre o sentido e a transcendência para um viver em abundância... Seja qual for a tradição espiritual a que nos aferremos, só teremos uma real evolução do que o cristianismo chama de a vinda do Espírito Santo, da chispa divina, em nossas experiências de todo dia, se trouxermos a palavra de Deus, ou do Inominável, no nosso coração e alma, inscritos como que numa transmissão direta do celestial de modo consciente no presente, fruto de um passado de prática e reconhecimento da vontade de Deus e substrato para um futuro promissor em espiritualidade desenvolvida.

Estabelecer tal caminho em transição, porque vivo e em abundância, onde a mudança e a evolução estarão na ordem do dia, é criar o correto ambiente de nossa morada carnal e de alma para que o Espírito Santo venha.  É manter a casa limpa para que isto ocorra e nos torne reais adeptos do Senhor.  Paz e luz.

 

Mauricio Duarte (Divyam Anuragi)

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

         

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor