Mauricio Duarte - Colunista

Mauricio Duarte - Colunista

Mauricio Duarte é natural de Niterói, RJ.  Escritor, poeta, artista plástico e ilustrador, Mauricio é formado em Desenho Industrial – Programação Visual na Escola de Belas Artes da UFRJ.  Concluiu o curso de Produção Textual com a poeta Maria Regina Moura na editora Canteiros.   Publicou sob demanda, em 2008, o livro Anti-arte . experimentos em artes visuais e poesia conspiracional.  Fez parte do Catálogo Biennali Del Libro d´artista da LineaDarte em Nápoles, na Itália em 2009.  Já participou de duas exposições virtuais coletivas na Galeria Monalisa: Talentos 2010 e Formas e Cores em 2011.  Teve sua obra publicada no Catálogo Anuário Brasileiro de Artes Plásticas Consulte da Editora Roma, em São Paulo, 2011.  Teve sua biografia incluída no livro Perfis Biográficos de artistas gonçalenses pela São Gonçalo Letras e Prefeitura de São Gonçalo em 2011.  Participou da exposição Livre para Criar, em 2011, da Nossa Galeria de Arte e da exposição virtual coletiva Legado da Arte no ano de 2013.  Atualmente faz parte do catálogo online da Nossa Galeria de Arte.  Foi selecionado para a Coletânea 100 Poemas 100 Poetas . Volume 3, no Prêmio Literacidade Poesia 2015 - Categoria 4 – poemas breves e para a Coleção Sementes Líricas, todas da editora Literacidade. Foi selecionado para publicação na coleção Sementes Líricas com o livro de bolso Vozes que calam . poesia em Concurso também da Editora Literacidade. Teve poemas premiados relativos ao 2o. lugar no 12o. Prêmio Nacional de Poesia - Cidade Ipatinga no âmbito do 14o. Circuito de Literatura do Clube de Escritores de Ipatinga . 2015.  Foi premiado pela ABD com medalhas de prata e de destaque concernentes à sua participação em salões de arte e literatura como poeta. Foi premiado também com a menção honrosa em poesia nos concursos: XXXV Concurso Hermando Continentes,  XLI Concurso El Poder de la Palabra e XLV Concurso Palabras sin Fronteras 2015 do Instituto Latino-americano na Argentina.  Membro Correspondente da Academia de Letras de Teófilo Otoni. Membro da AVL (Academia Virtual de Letras). Membro da SAL (Sociedade de Artes e Letras de São Gonçalo). Membro da AGLAC (Academia Gonçalense de Letras, Artes e Ciências).

 

Contatos do autor:

Blog Arte-enlevo: https://arte-enlevo.blogspot.com.br/

Página Arte-enlevo: https://www.facebook.com/arteenlevo/

Página no Catálogo Online da Nossa Galeria de Arte:https://www.ngarteprodutoracultural.com.br/galeria/artistas/mauricio_duarte.html

Página no Catálogo Arte Atual: https://www.arteatualgaleria.com/?p=119

Página no Pendurô: https://atelierdearte.com.br/artista/61

Página de arte no facebook: https://www.facebook.com/pages/Artista-Visual-Mauricio-Duarte-Divyam-Anuragi/273787086012189?fref=ts

Página de literatura no facebook: https://www.facebook.com/pages/Escritor-Mauricio-Duarte-Divyam-Anuragi/181893438578227?fref=ts

Página no Recanto das Letras:https://www.recantodasletras.com.br/autores/mauricioduarte



 

 

dez. 2013

Mauricio Duarte - Colunista

Os jonicos - por Maurício Duarte

1. Os jônicos   No quinto século antes de Cristo viveu Tales de Mileto, um amante do conhecimento, um buscador da sabedoria. Ele visitou o Egito na época em que a batalha sagrada entre ciência e sagrado, inclusive, a batalha para jogar fora a sabedoria da religião egípcia tinha começado....

Capítulo V - Neo - platonismo - por Maurício Duarte

Capítulo V Neo-platonismo É apenas Ammonius, o porteiro, disseram alguns alexandrinos uns aos outros. “Ele professa o ensinamento da filosofia de Platão.” E eles riram com desprezo, pensando em como seria melhor fazer uma série com seu salário num abrigo ao invés de lutar com sua mente sobre...

Capitulo 4 - Filosofia judaica - por Maurício Duarte

Capítulo 4 . Filosofia judaica As escrituras hebraicas começam com a criação do mundo. O Deus criador ou deuses é chamado Elohim, “um nome” diz, Jesenius, “retido do politeísmo e que significa os mais altos poderes o inteligências”. Que o escritor sacro deva usar uma palavra vinda do politeísmo não...

Religião Persa - por Maurício Duarte

Religião persa A respeito da antiguidade da religião dos persas, nós não podemos falar com certeza. Os livros sagrados chamados Zend Avesta, são os carros-chefe da informação, mas são apenas um fragmento das escrituras originais – parte das 21 divisões nas quais elas estão divididas. O Zend Avesta...

A religião Grega - por Maurício Duarte

A religião grega   “Para entender” diz Mr. Maurice, “a diferença entre a fé egípcia e a fé grega, não é necessário um estudo de grandes volumes em quantidade elevada ou visitar terras distantes – nosso próprio Museu britânico trará o contraste entre as duas em toda a sua força. Se passarmos da...

Religião Egípcia - por Maurício Duarte

A religião egípcia   Os deuses de uma nação tomam suas características do clima do país e das condições e características das pessoas. Tão verdadeiro é isso, que onde deidades estrangeiras são adotadas, elas se tornam, naturalizadas e embora grandes sejam as afinidades entre os deuses de...

Religiões indianas - por Maurício Duarte

Religiões indianas   Quase todos os escritores dentro do Panteísmo traçam a sua origem na Índia. M. Maret coloca o clímax do seu argumento contra os filósofos franceses mostrando que suas doutrinas vieram da Índia, “a mãe das superstições”. Pierre Leroux, um dos mais hábeis oponentes de Maret,...

Panteísmo -por Maurício Duarte

Panteísmo   Introdução   Da palavra Panteísmo nós não temos uma definição fixa. As crenças em maior oposição entre si são chamadas por esse designativo; e os sistemas que pelo julgamento de alguns seriam notoriamente panteístas, são defendidos por outros como sendo compatíveis com as...

O Galo Azul de Ana Pirolo - por Maurício Duarte

O Galo Azul de Ana Pirolo   Ilustrar é encantar...  Encantamento e fruição da arte que “ilumina” o livro e, sobretudo, o livro infantil e infanto-juvenil...  Ana Pirolo conhece e maneja a arte de ilustrar como poucos.  A anatomia da imagem, conforme nos diz, Rui de Oliveira, em...

Rosario Vidal Ferreño - por Maurício Duarte

Rosario Vidal Ferreño   Sensibilidade em camadas de artesania poética...  O estilo amplamente usado a serviço do gráfico-pictórico que transpassa em muito a representação... e chega na re(a)presentação do real de modo único,...

Spiga - por Maurício Duarte

Spiga Uma explosão de cores! Força, dinamismo, originalidade... Em uma palavra... audácia!  Assim é a pintura de Spiga.  Criação que nos remete às vicissitudes e agruras da vida, às dificuldades, mas sobretudo ao gesto transversal da vida,  a vida levada aos extremos, engolida aos...

Paulo Caldas - por Maurício Duarte

Paulo Caldas Até que ponto o real é real mesmo ou é apenas um espelho de sonho no qual a verdade é um ponto de vista?  A ambiguidade dos nossos anseios nos trazem inquietações filosóficas e espirituais porque são dúplices e tríplices ou as inquietações filosóficas e espirituais nos trazem...

Marcos Paulo Alfa - por Maurício Duarte

Marcos Paulo Alfa   Qual o limite da identidade?  A identidade pós-pós-moderna – pós-tudo – que nos arranca dos nossos lugares comuns e nos leva para encararmos nossa própria identidade – ou pseudo-identidade – em camadas e todas falsas – diriam alguns... Marcos Paulo Alfa tem a medida...

José A. Kuesta - por Maurício Duarte

José A. Kuesta   Toda a herança mágica, mística, mitológica e histórica do Egito Antigo fascinam nosso artista mestre José A. Kuesta.  Mais do que isto, todo esse legado egípcio antigo é representado, transformado e reconfigurado.  Numa releitura de seus símbolos em criação...

Deus... esse desconhecido... - por Maurício Duarte

Deus... esse desconhecido...   Não sei quando é, nem quando foi.  Nem tampouco sei se será algum dia. Mas de uma coisa tenho certeza, está sendo, sem se estabelecer no presente, foi, sem se estabelecer no passado, e será, sem se estabelecer no futuro. Do que estou falando? De Deus,...

Artes visuais - por Maurício Duarte

Artes visuais   Escrever sobre artes visuais é como tentar descrever uma sessão de meditação profunda.  Na verdade, é indescritível...  É preciso experimentar... As palavras são boas para o mundo objetivo, pragmático, direto que parece ser nosso destino no mundo dos negócios e das...

Análise da obra 'O Vencedor está só' de Paulo Coelho - por Maurício Duarte

Análise da obra “O Vencedor está só” de Paulo Coelho A literatura real não pode e não deve estar a serviço ou a reboque de outras questões, aspectos ou perspectivas que não sejam as literárias. Concordo e assino embaixo.  Porém, se um artista possui predileção, inclinação ou apreço por...

Paulo Coelho e As Valkirias - por Maurício Duarte

Paulo Coelho e As Valkirias   A obra de Paulo Coelho é um sucesso editorial, é um fenômeno editorial. Mas não é só isso. Sua obra é marcada por um estilo próprio que, mesmo quando contestado ou criticado, transpassa como água límpida e cristalina, tão simples como o sol de verão, banhando com...

Brida, O Monte Cinco e Paulo Coelho - por Maurício Duarte

Brida, O Monte Cinco e Paulo Coelho   Paulo Coelho tem mais de 35 milhões de livros vendidos, sendo um dos escritores mais lidos do mundo, além de ser também um dos que mais tem influência mundial. O escritor nasceu em 1947 na cidade do Rio de Janeiro, trabalhou como diretor e ator teatral e...

Paulo Coelho - por Mauricio Duarte

Paulo Coelho Nascido em 1947, na cidade do Rio de Janeiro, antes de dedicar-se inteiramente à literatura, trabalhou como diretor e ator de teatro, compositor e jornalista.  Lançou em 1987 O Alquimista, livro brasileiro mais vendido de todos os tempos.  Já vendeu um total de 218 milhões de...

Manual do Guerreiro da Luz - por Maurício Duarte

Manual do Guerreiro da Luz   Aqui passo a analisar o livro Manual do Guerreiro da Luz de Paulo Coelho.  O livro aborda temas universais que permeiam a vida de todas as pessoas – conquistas, derrotas, escolhas, destino, paixão, esperança, amizade, entre outros.  A publicação é uma...

A espiã por Paulo Coelho - por Maurício Duarte

A espiã por Paulo Coelho                   O livro A Espiã, livro de Paulo Coelho, é o tema do meu texto Meu Patrono Visto Por Mim.  Sendo a primeira incursão de Paulo Coelho no romance “meta-histórico”, entre a...

A poética de Waly Salomão - por Maurício Duarte

A poética de Waly Salomão   Crítica feroz e ácida que, no entanto, guarda o lugar cativo da imaginação, da fantasia e do lúdico, a poética de Waly Salomão transpassa eras, é atemporal.  O que, a princípio, poderia parecer datado ou de citação do século passado– e do milênio passado – não...

São Bernardo e sua especificidade literária - por Mauricio Duarte

São Bernardo e sua especificidade literária   A boa prosa não pode ser convertida em poesia.  Ela é romance, conto, crônica ou artigo e conta uma história, longa ou curta, explana uma ideia ou emite uma opinião.  Assim é com toda prosa de qualidade superior e assim é com São Bernardo...

Alexei Bueno - por Maurício Duarte

Alexei Bueno   Herdeiro de Homero (século VI a.C.), Alexei Bueno, segundo Ivan Junqueira, é ao mesmo tempo, coparticipante de toda literatura europeia desde Homero e incluindo a América Latina até os dias de hoje.   E por isto mesmo possui noção e consciência agudas de seu lugar no...

Mãe: nossa alma feminina - por Maurício Duarte

Mãe: nossa alma feminina Se fosse possível representar o conceito de Mãe com um dos elementos constitutivos da nossa existência, ou da nossa essência, a Mãe seria a nossa alma. Não seria o nosso corpo, repleto de necessidades físicas, nem o nosso espírito, repleto de diretrizes puras.  Seria a...

A aridez como verdade - por Maurício Duarte

A aridez como verdade   Em Graciliano Ramos sempre o menos é mais.  Nos livros Angústia, Vidas Secas e São Bernardo o mínimo de metáforas e evocação de imagens transmite o máximo de sensações e emoções.  O ascetismo do estilo revela o jeito rude do sertanejo, ou a insofismável...

A vida interior - por Maurício Duarte

A vida interior A vida interior de cada um tem luz, tem trevas, tem mistérios, sombras e espectros, tem verdades, compaixão e anjos.  É povoado de vários habitantes...  E em que o conhecimento ou o autoconhecimento pode nos auxiliar nesse sentido?  Em que conhecer a própria vida...

Loucura mundana e loucura divina - por Mauricio Duarte

Loucura mundana e loucura divina   A ciência atual não faz diferença entre loucura mundana e loucura divina.  Loucura é loucura, dizem os médicos especialistas, psiquiatras, psicólogos, psicanalistas e psicoterapeutas em geral.  Mas haverá diferença entre esses dois estados? Na Índia...

Sintonia com o divino - por Maurício Duarte

Sintonia com o divino   A sintonia com Deus depende de uma rotina ascética, cheia de orações, jejuns e/ou pagamentos de promessas em forma de suplícios?  Na verdade, uma rotina de orações, meditações e mantras é necessária para qualquer pessoa, mas o ascetismo em espiritualidade não...

Melancolia e saudade, tristeza profunda e saudosismo - por Maurício Duarte

Melancolia e saudade, tristeza profunda e saudosismo   Tristeza profunda não combina com espiritualidade.  Melancolia também não.  Há que se ter a diferença entre esses dois estados de ânimo, em geral negativos, e a pura e simples saudade ou o inofensivo, em grande parte das vezes,...

Honestidade - por Maurício Duarte

Honestidade   Ser honesto parece que virou raridade na nossa política atual.  O cenário brasileiro apresenta casos, denúncias, delações, investigações e toda sorte de desconfianças sobre a ética e a conduta de autoridades. Mas ser honesto é mais profundo do que a sua relação com a...

Pensamentos: a energia sutil - por Maurício Duarte

Pensamentos: a energia sutil   Pensamentos podem influenciar o mundo físico?  Não indiretamente, a partir de imaginação, pesquisa e projetos, mas de forma direta, simples e determinada?  Muitos esforços científicos são realizados hoje em dia que mostram essas possibilidades... Tais...

A descoberta da espiritualidade por Maurício Duarte

A descoberta da espiritualidade   Para mim, até os 13 anos de idade, mais ou menos, a espiritualidade, a verdadeira espiritualidade tinha a ver com os super-heróis das revistas de histórias em quadrinhos. O heroísmo, a abnegação e a determinação dos personagens principais, os super-heróis, era...

Começa mais um ano - por Maurício Duarte

 Começa mais um ano   Mais uma vez iniciamos um novo ano.  Nossas esperanças e anseios tornam-se realidades ou são esquecidos ao longo da caminhada.  Para quem está inserido em uma dinâmica de espiritualidade maior, é época de rememoração, resgate ou revalidação das expectativas...

Identidade virtual - por Maurício Duarte

Identidade virtual   Com que finalidade nos “escondemos” em redes sociais com pessoas que não conhecemos pessoalmente na maior parte?  Com que objetivo discutimosna web acaloradamente questões que muitas vezes só nos dizem respeito indiretamente ou, nem dizem respeito de forma nenhuma, em...

1 | 2 | 3 | 4 >>

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

         

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor