Religiões indianas - por Maurício Duarte

Religiões indianas - por Maurício Duarte

Religiões indianas

 

Quase todos os escritores dentro do Panteísmo traçam a sua origem na Índia. M. Maret coloca o clímax do seu argumento contra os filósofos franceses mostrando que suas doutrinas vieram da Índia, “a mãe das superstições”. Pierre Leroux, um dos mais hábeis oponentes de Maret, admite o fato de sua confirmação com muitos elementos das lendas da Índia e, completa, com um ar de triunfo, que “todas as religiões e todas as filosofias tem suas raízes na Índia e que se o Panteísmo não nasceu na Índia, haveria um forte argumento contra essa verdade, e então, a humanidade teria errado o seu início.

Na Índia, a crença no intelecto moderno é combinada com a segurança na infinitude dos deuses. Esse é o problema da religião indiana; é o quebra-cabeças de todo templo hindu. Quando esse problema for resolvido para o hinduísmo, haverá luz iluminando os problemas similares que se apresentam em quase todas as religiões. M. Leroux de novo afirma verdadeiramente: “A religião da Índia não concerne só à Índia, concerne à humanidade.”

A história dos pensamentos dos homens nas grandes questões que podem ser exercidas, Deus e a criação, é em todo lugar o mesmo. Podem haver estágios diferentes de progresso, o desenvolvimento pode ser confirmado ou estacado, pode haver um crescimento anormal; mas a despeito da variedade de fenômenos, haverá sempre uma identidade real.

É na Índia que podemos traçar um desenvolvimento mais completo do pensamento religioso. A continuidade é menos quebrada. Parece que estamos aqui de frente para a religião natural e podemos seguir o rastro de início com pouca interrupção para o lugar onde estamos. Em outros países, a sucessão passou de uma nação para outra nação e essa rota não pôde ser sempre traçada; mas na Índia a conexão é visível entre os primeiros homens capazes de elaborar esse pensamento e os últimos e melhores pensamentos das filosofias mais ricas e proveitosas, bem como os piores desenvolvimentos da religião popular.

 

John Hunt

 

Livre Tradução do escritor e artista visual Mauricio Duarte (Divyam Anuragi) do livro Pantheism and Christianity . John Hunt . 1884 . Religiões Indianas

 

Visite o site Panteísmo e Cristandade com todos os textos traduzidos: https://sites.google.com/site/pantheismandchristianity/home

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

         

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor