Paternidade não tem idade - por Rogério Araújo - Rofa

Paternidade não tem idade - por Rogério Araújo  - Rofa

Paternidade não tem idade

 

Rogério Araújo (Rofa)

 

Às vezes, a paternidade não chega tão cedo, antes dos vinte anos ou na casa dos trinta e, sim, mais tarde. Alguns, de modo meio preconceituoso chama, quem se torna pai nessa época, de “pai-avô”.

            E, essa reflexão, nos faz pensar no quanto não tem idade de ser PAI nesse sentido e, também, em outro até mais importante: a presença na vida do filho não é exclusiva no momento em que cresce até se tornar adulto, mas durante toda a sua vida.

            O escritor e psiquiatra Içami Tiba em seu livro “Família de Alta Performance – Conceitos contemporâneos na Educação”, disse que “Paternidade é uma função própria do pai, com direitos e obrigações familiares importantes. Pai não é coadjuvante da mãe, é seu complementar. Paternidade é a atitude de estar pronto a atender seus filhos, sem esperar que a mãe peça”.

            O homem que pensa que colocar dinheiro e dar conforto à sua família, materialmente falando, já basta, está redondamente enganado. E o apoio emocional e a presença, não conta?

            Muitos pais, hoje em dia, com a agitada vida e desempregos constantes, estão focando somente a carreira e vida profissional, deixando de lado a sua família e seus filhos. Largando tudo à mercê da internet e más companhias.

            Dinheiro e bens materiais não substituem um abraço, uma conversa, uma brincadeira, um estar junto...

            Que Deus abençoe a todos os PAIS, para que saibam que são pais eternamente, pois até mesmo na ausência física nesse mundo, estarão presentes dentro do coração nas palavras, nos ensinos e exemplos deixados que jamais serão esquecidos. 

            Parabéns aos papais pelo Dia dos Pais!

 

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

         

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor