Mirian M. de Oliveira - Colunista

Mirian M. de Oliveira - Colunista

Escritora, ativista cultural, membro do CETRANS (Centro de Transdisciplinaridade) e contadora de histórias, Mirian Menezes de Oliveira é colunista no Projeto DIVULGA ESCRITOR, com ampla articulação de trabalho entre Brasil e Portugal. Além de livros de poemas, possui textos publicados nos seguintes países: Brasil, França, Portugal, Itália, Suíça, Suécia, Estados Unidos. Expôs na Galeria Carrosel du Louvre, em 2014, com mais dois artistas parceiros, Em 2015, participará com poemas em Exposição de Arte em Montreal - Canadá, dessa vez dialogando com pinturas contemporâneas. Ama: leitura, literatura, filosofia e Arte, em geral... Possui trabalhos individuais e em parceria com fotógrafos, escultores e, agora, pintores e filósofos.

Membro de várias Academias e, em especial, da ACADEMIA JOSEENSE DE LETRAS, em São José dos Campos – SP; é também membro da AJEB (Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil); membro da REBRA (Rede de Escritoras Brasileiras) e Embaixadora da DIVINE ACADÉMIE FRANÇAISE DES ARTS, DES LETRES ET DE LA CULTURE.

https://rebra.org/escritora/escritora_ptbr.php?id=1794

 

dez. 2013

Mirian Menezes - Colunista

Cabeça quente II - por Mirian M. de Oliveira

CABEÇA QUENTE II Mirian Menezes de Oliveira   Na pretensão de “finalizar” uma história “sem fim”, remeto-me à Crônica “Cabeça Quente I”, voltando às intempéries da “acalorada” jovem senhora, que, na tentativa de resgatar lembranças da antiga praça da cidade de interior, vivenciou...

Cabeça quente I - por Mirian M. de Oliveira

CABEÇA QUENTE I   Mirian Menezes de Oliveira   A jovem senhora estava a passeio em uma cidade do interior... Uma voltinha na praça seria inevitável, para tomar um sorvete; apreciar o movimento... lembrar os velhos tempos! A praça central sempre é o coração de uma cidade e já havia...

Trovas - por Mirian M. de Oliveira

TROVAS   I Siri cansou do calor; sentou no tecido azul. Fez pose, sem um pudor, em mares quentes do Sul.   II Peguei a pedrinha no tempo, no quadradinho invisível. Kairós me pegou no colo: _Não deixou de ser menina   III Deus repete este Universo, No fundo do coração! Bate... bate......

Esta incógnita chamada Escritor - por Mirian M. de Oliveira

ESTA INCÓGNITA CHAMADA “ESCRITOR” (SER OU NÃO SER : EIS A QUESTÃO!) Mirian Menezes de Oliveira   “Ser ou não ser: Eis a questão!”... “O sapo não lava o pé, porque não quer...” De Shakespeare à cultura popular! Seriam estas frases desconexas?! Aparentemente, sim, mas estes dizeres sempre vinham...

Alta Costura - por Mirian M. de Oliveira

ALTA (?) COSTURA   Alta costura?! Alma costura?   Resolvi costurar minh’alma... Alfinetar os excessos... (Adequá-la às medidas certas!)   Tarefa difícil!   Olhei-me no espelho... Atravessei meus olhos úmidos: vi pontos e contrapontos, bordados “fora de moda”, estampas de outras...

Rótulos - por Mirian M. de Oliveira

RÓTULOS   Bastou entrar no supermercado e pegar a lata de sardinha, para “a” metáfora pular aos meus olhos. Num período histórico em que a própria humanidade se “coisifica”, esta figura de linguagem torna-se um pleonasmo. Metáfora, “contra-metáfora”, ou pleonasmo... não posso me furtar de...

Milagre - por Mirian M. de Oliveira

MILAGRE   MIRIAN MENEZES DE OLIVEIRA   A história não se constitui em testemunho religioso, nem possui o objetivo de ser algo engraçado! É certo que uma risadinha ou outra, sempre é inevitável. Mas tudo isso aconteceu, eu juro! Esta quem me contou foi uma vizinha: senhora de oitenta...

Tempos Modernos - por Mirian M. de Oliveira

TEMPOS MODERNOS ?   Seria uma grande mentirosa, se afirmasse que não admiro o imenso avanço da tecnologia e também “ingrata”, se não enumerasse os grandes benefícios de um mundo, permeado por novas possibilidades de comunicação. Já citei, várias vezes, as facilidades do mundo moderno, que...

Obra perfeita - por Mirian M. de Oliveira

OBRA PERFEITA Mirian Menezes de Oliveira   A obra está exposta aos que possuem a mínima cota de sensibilidade humana. O senso artístico possui a capacidade de acrescentar elementos à percepção, mas, nesse caso, não é fundamental. É perfeita nas formas e cores. Não está à venda e há quem afirme...

Onde estão as Borboletas? - por Mirian M. de Oliveira

ONDE ESTÃO AS BORBOLETAS? (CRÔNICA A UM AMIGO)   Engana-se quem pensa que esta crônica é uma resenha disfarçada. É certo que já  escrevi algumas no universo acadêmico, mas confesso que não são o meu “forte”. Na verdade, gosto da liberdade das crônicas; textos que transitam entre o real e...

24 horas de Poesia - por Mirian M. de Oliveira

24 horas de Poesia Mirian Menezes de Oliveira   Quero 24 horas de Poesia... Para viver, eternamente, minha essência não perdida! Quero deleitar-me, mesmo no dia mais cinzento... e espalhar sonhos que não são só meus... mas da espécie humana, tão sofrida e conflitante. Quero a poesia nos...

Três é demais - por Mirian M. de Oliveira

TRÊS É DEMAIS! Mirian Menezes de Oliveira   O rapaz era esforçado, aceitava qualquer tipo de serviço, pois vontade de trabalhar não lhe faltava. Estava desempregado há 06 (seis) meses e uma oportunidade bateu-lhe à porta: ser Papai Noel, num Shopping da cidade. Enorme foi sua felicidade ao...

Fotopintura - por Mirian M. de Oliveira

FOTOPINTURA   Invejo a fotopintura, pincelada em cores frias... Sinto cores e texturas... Pedúnculos e suas crias.   E a fotopintura explode... Intriga seu criador... Existe quem se incomode Existe quem pulse amor...   FOTOPINTURAFOTO FOTOPINTURAFLOR AMOR?   Mirian Menezes de...

Por que escrevo - por Mirian M. Menezes

POR QUE ESCREVO?   Para alguém que mais questiona do que responde, esta é uma pergunta difícil! Escrevo para não enlouquecer... para estabelecer um monólogo com o que há de mais estranho e desconhecido em mim e para gerar um diálogo com as “semelhanças” de meus pares... Ou seria ao...

Presente conto passado - por Mirian M. de Oliveira

PRESENTE CONTO PASSADO   O espetáculo mais intrigante, a que presenciei em minha vida (exagero!) ocorreu naquela maravilhosa noite de verão, quando paradoxalmente, estrelas e raios tomaram conta do céu. Ventava muito e aquilo me excitava... não pelo vento em si, mas pelo prenúncio de...

Atitude - por Mirian Menezes

ATITUDE   “Se perceber que irá cair, deite-se” (esta frase fantástica me acompanha pela vida!), em primeiro lugar, por seu conteúdo, em segundo porque me faz lembrar de um amigo querido, que a dizia sempre em situações engraçadas. Sábia frase! Graças a ela, aprendi também a conviver,...

Tamanho Único - por Mirian M. de Oliveira

TAMANHO ÚNICO   por MIRIAN MENEZES DE OLIVEIRA   Não sei quem inventou o “tamanho único”, pois nunca me senti motivada a pesquisar em livros, revistas, ou Internet. Se alguém souber, por gentileza, não me conte, pois tenho medo de guardar rancor no coração! Brincadeirinha! Jamais poderia...

Telefone com fio - por Mirian Menezes de Oliveira

TELEFONE COM FIO   por MIRIAN MENEZES DE OLIVEIRA   A metáfora responsável pelo título desta crônica enfrentou um exaustivo processo seletivo, cuja avaliadora fui “eu” , pois quem perderia tempo com tal coisa?! Acredito que me aproximei da ideia pré-concebida. Querem conhecer os outros...

Bailar das cores - por Mirian M. de Oliveira

BAILAR DAS CORES   Do mar d’ouro de Caminha, do grande mar de Drummond, Surge a estrela que ilumina e cobre o oceano de tons.   Disse Gibran que é “sagrado” este infindo mar de cores. Pessoa diz: _ É salgado! Camões nos sugere “amores”...   Ó céus em tons de vermelho... dourem este...

Facilidades do Mundo Moderno - por Mirian M. de Oliveira

FACILIDADES DO MUNDO MODERNO (?) Mirian Menezes de Oliveira   Tenho certeza de que o tema desta crônica encontra-se, extremamente, esgotado, entretanto ainda não  se “esgotou” para mim, o que me motiva a escrever a respeito. Não tenho dúvidas a respeito das “facilidades” impostas pelo...

Perna Intrusa - por Mirian M. de Oliveira

PERNA INTRUSA   MIRIAN MENEZES DE OLIVEIRA   A viagem era curta, Graças a Deus! Dentro de meia hora, estaria no local desejado. Graças a Deus, mesmo! Acho que não suportaria, por mais tempo, aquela perna invadindo o “meu espaço”.          Tendo em...

Nem sempre é o que parece ser... - por Mirian M. de Oliveira

NEM SEMPRE É O QUE PARECE SER... MIRIAN MENEZES DE OLIVEIRA   Não! Não temos aqui um jogo de ilusionismo, nem “tratatos filosóficos”, muito menos uma descrição de imagem... Também não uma história melancólica, nem de mistérios... “Mal e má”, (como dizia vovô!) uma crônica... PELO MENOS É O...

Substantivo comum ou próprio? - por Mirian Menezes

SUBSTANTIVO COMUM OU PRÓPRIO?   Ele sempre foi um bom garoto: comunicativo, alegre, inteligente... De vez em quando, “soltava” uma “pérola”, uma frase genial, que surpreendia a todos. Só havia um problema: não saía das ruas, o que preocupava os vizinhos condescendentes. O garoto era “criado...

Glamour - por Mirian M. de Oliveria

GLAMOUR   MIRIAN MENEZES DE OLIVEIRA   Dando continuidade às “crônicas parisienses”, não posso deixar de mencionar o fato subsequente, ao episódio da Catedral de Notre Dame, quando vivenciei a SEMÂNTICA DE ÁGAPE. Já havia participado da Missa e, na solidão gostosa de meus pensamentos,...

Mito de Ariadne Revivido no Quinto Ano C - por Mirian M. de Oliveira

MITO DE ARIADNE REVIVIDO NO 5ºC MIRIAN MENEZES DE OLIVEIRA   Tal qual Ariadne, que se utilizando de fios, percorreu os labirintos de Creta, libertando seu amado, “aprisionado” pelo Minotauro, desde o episódio da “cadeia alimentar”, pela janela da sala, situações interessantes têm ocorrido no...

A Semântica de Ágape - por Mirian M. de Oliveira

A SEMÂNTICA DE ÁGAPE MIRIAN MENEZES DE OLIVEIRA   Desde que retornei da Exposição “Trilha de Olhares: Verde Órion”, ocorrida em outubro de 2014, no Carrosel du Louvre  - Paris, somente, consegui compilar as fotografias significativas, organizando álbuns com recortes de experiências...

Quando o Universo conspira a favor... - por Mirian M. de Oliveira

QUANDO O UNIVERSO CONSPIRA A FAVOR... MIRIAN MENEZES DE OLIVEIRA   Não! Não há fórmula, nem previsões que antecipem o nascimento de uma crônica. Crônicas são gêneros textuais que surgem de situações cotidianas, aparentemente, comuns, mas que encerram em si o poder de reportar-nos a...

Osso duro de Roer - por Mirian Menezes

OSSO DURO DE ROER... MIRIAN MENEZES DE OLIVEIRA   Não há necessidade de consulta a uma enciclopédia, para constatar que um cachorro defende, com unhas e dentes, “seu osso”, na esperança de um filé, entretanto as alterações pelas quais tem passado o mundo, com certeza, são responsáveis por...

Mulher-ciclo - por Mirian M. de Oliveira

MULHER-CICLO   Mulher: selva de pedra e de flores! Construtora de vida, faz da “rotina” um evento!   Mulher: Círculo concêntrico... discêntrico... pontiforme... multiforme... uniforme... disforme...   Mulher-fase (disfásica) Ciclos: da falência, da “morrência” e da...

Mimética equação - por Mirian Menezes

  E=mc² (Mimética equação)   Tempo e espaço relativos... “Trem do tempo” acelerado... Ó Escher, verdes tecidos! Ó Eistein, mundo clonado!   Relatividade?  Fotografia: GILMAR DUEÑAS.  

Comunidade - por Mirian M. de Oliveira

Fotografia – GILMAR DUEÑAS:   Comunidade   Quem orbita no Universo nunca... nunca... vive só! Nas ondas, pesca seus versos... Na areia, “destrança” os nós!   Atentos a cada passo, pássaros se entrelaçam... Todos, no mesmo compasso, constelações... eles traçam.   MIRIAN MENEZES...

Um dia de Fama - por Mirian M. de Oliveira

UM DIA DE FAMA   O fato ocorreu em São Paulo, numa rua comercial “procuradíssima” pela grande população consumidora: uma beleza de rua, repleta de artigos femininos, acessórios, objetos coloridos, utensílios domésticos e cosméticos. Confesso que não tenho muita paciência para percorrer ruas...

Troca de Papéis - Uma crônica filosófica e de conveniências - por Mirian Menezes

TROCA DE PAPÉIS (UMA CRÔNICA FILOSÓFICA E DE CONVENIÊNCIAS)   Mudanças de ciclos sempre são dolorosas, de uma forma ou de outra, embora devam ser encaradas como situações naturais, das quais podemos extrair situações pitorescas e engraçadas. Antes de chegar ao segundo parágrafo desta crônica,...

Terra prometida: A tela - por Mirian M. de Oliveira

TERRA PROMETIDA: A TELA Fotografia: Gilmar Dueñas   Diz-me em que plano estás e não te direi quem és... Põe teus olhos onde estás; imita o grande Moisés.   A terra em que faz morada; o solo em que agora pisas... é a terra inacabada: tela de cores divinas.   Tu, verde mancha de...

Órion - A constelação - por Mirian Menezes

ÓRION – A CONSTELAÇÃO Fotografia: Gilmar Dueñas   De que pétala não sei... Só sei que abelhas voaram... As ninfas de Órion “Rei”, em estrelas se agruparam!   Antes, pombas, no Banhado, por onde se aventuraram... são estrelas lado a lado... De  Órion não escaparam.   Plêiades?...

Carta para Francisco - por Mirian M. de Oliveira

Carta para Francisco   São José dos Campos, outono de 2013.   Querido Papa Francisco, Como vai? Tudo bem? Espero que esta carta o encontre bem, munido de saúde física e da unção de Deus! Papa Francisco, permita-me a não formalidade! Não consigo utilizar-me dos pronomes adequados nesse...

<< 1 | 2 | 3 >>

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

         

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor